Orquestra Malassombro – Frevo de inverno Letra

Frevo de inverno – Orquestra Malassombro Letra:
Sobrinha pingando, crocodilo urbano
Ônibus surfando, frio que me dá
Tento calcular a rota, do besouro envolta da lâmpadaMeu destino incerto, é frevo de inverno
Chuva no deserto, brisa no calor
Olhe, meu senhor, não orna esse inverno abaixo do EquadorRecife amanheceu tão frio
E os galhos do mangue nadando no meio do rio
São braços que seguem viagem buscando o abraço do mar
E eu no meio dos meus sonhos viajo pra te namorarO inverno aqui é um relicário
De guarda-chuvas e casacos com cheiro de armário
De joias raras que mascates, se negam a negociar
Como eu que guardei melodias, e esperei o carnaval passarPra te mostrar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *